WORKSHOP Asas do Mar (A Arte da Presença) com Sônia Mota 2018

WORKSHOP Asas do Mar (A Arte da Presença) – GRATUITO.

Com SÔNIA MOTA – 14 de março de 2018 ( Quarta) das 18h às 22h.

HYt5pbc0aphbEY9Z8Lno2eHsfZTrWFsLy8sT1TX_RHM

Asas do Mar:

Entre o fundo do mar e as nuvens do céu,

expiro, inspiro,danço e sou Terra!

Terra com Asas do Mar

Neste workshop será abordado “A Arte da Presença” que  é uma proposta de dança desenvolvida por Sônia Mota a partir de questionamentos pessoais referentes a algumas posturas das técnicas clássica e moderna da dança, conjugados com ideias e conceitos de Alexander Rowen, Ana Rolf, Fritjof Capra e Ken Dichtwald. A técnica ainda passeia por dicas amorosas de grandes amigos, da sua empatia pela filosofia Zen e do seu profundo desejo de integrar corpo, mente e espírito no ato de dançar. Em vez de criar uma nova linguagem, Sônia preocupou-se mais em transformar, restaurar, readaptar, reorganizar os códigos clássicos e modernos da dança. Sem ser uma técnica da improvisação, Arte da Presença improvisa com as regras do dançar. Sem ser meditação, acentua a maneira individual de dançar do dançarino. Respeita-se mais os conceitos de dinâmica, textura e individualidade do movimento que a forma em si. Em suas aulas, Sônia pontua a prática dos seguintes tópicos: – a consciência da força da gravidade – a eliminação do eixo central em favor dos eixos laterais – o diálogo/jogo entre as polaridades do corpo – as qualidades de projeção e absorção do movimento – o relaxamento muscular para facilitar a liberdade das articulações ósseas – o uso da imagem na condução e execução dos movimentos – a eliminação do compromisso de acerto – o estado de não ação na ação. Vivemos em duas diferentes realidades que acontecem sempre juntas mas que na verdade quase não tem a ver uma com a outra: a realidade do Eu, com seus referidos valores sociais e culturais, e a realidade imediata, viva e atual da presença do ser. A Arte da Presença acontece nesta segunda realidade. Desde 1976 Sônia vem ininterruptamente aplicando seu método na Europa e no Brasil.

A Cia. Corpos Nômades conta com o aporte do 20º Programa Municipal de Fomento à Dança de São Paulo e da parceria com O Boticário na Dança, através do PROAC-ICMS (Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo).

 

Público Alvo: Misto (bailarinos, atores, músicos, donas de casa, pessoas afins de se mexer), com idade  acima de 16 anos.

Número de vaga: 30.

Inscrição: Encaminhar uma carta de interesse para o e-mail: ciacorposnomades@gmail.com, com o assunto: Workshop Sônia Mota 2018, até o dia 11/03/2018.

Local: Espaço Cênico O  LUGAR – Rua Augusta, 325 – São Paulo – SP

e-flyer-cartazSoniaMota (1)

INSCRIÇÕES ABERTAS para o LUGARIZAÇÃO 2018

LUGARIZAÇÃO 2018

Inscrições ABERTAS – RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS 

IMG_3926

Esta edição das Residências Coreográficas terá como   norte para as escolhas dos projetos inscritos, os que tenham temas conectados com a fusão de linguagens da dança, teatro, música, performance arte, arte popular, com temas sócio – políticos – culturais, mesclando no corpo diferentes maneiras e modos de cultuar o movimento.

Estão abertas até 27 de abril de 2018 as inscrições para o LUGARIZAÇÃO: programa de residência artística no Espaço Cênico O LUGAR, sede da Cia Corpos Nômades, que tem por finalidade proporcionar um espaço onde os artistas possam desenvolver seus trabalhos de pesquisa e experimentação em dança contemporânea. O LUGARIZAÇÃO é destinado apenas a trabalhos individuais em processo, inéditos ou em re-elaboração.

O programa fornecerá a estrutura física do Espaço Cênico O Lugar (sala de ensaio, espaço para reunião e para guardar material). Ao final de dois meses de trabalho, os resultados poderão ser apresentados em uma Mostra aberta ao público.

A nova edição do LUGARIZAÇÃO permitirá a residência de, no máximo, três artistas no período de maio e junho de 2018 (esta data poderá ser alterada conforme a programação do Espaço Cênico O LUGAR).

INSCRIÇÃO

As inscrições deverão ser feitas até o dia 27 de abril de 2018, enviando a proposta de pesquisa/criação com no máximo duas páginas, currículo e vídeos de trabalhos anteriores gravados em CD ou DVD ou os links dos vídeos em sites de compartilhamento como o Youtube ou Vimeo. Enviar o material pessoalmente ou pelo correio para o endereço: Espaço Cênico O LUGAR – Rua Augusta, 325 – São Paulo/SP – CEP 01305-000; ou para o e-mail: ciacorposnomades@gmail.com, com o assunto: Lugarização 2018. Mais detalhes pelo telefone (11)3237-3224 e no site: www.ciacorposnomades.art.br

 

Mostra LUGARIZAÇÃO 2017 em 2018

 Mostra LUGARIZAÇÃO 

(Residência Coreográfica) Apresentações dos resultados das Residências Artísticas de 2017 em  2018.

No dia 22 de março de 2018 (quinta-feira) às 20h, acontecerá uma mostra dos trabalhos das artistas residentes do Lugarização de 2017. Uma boa oportunidade para o público interessado em pesquisa coreográfica, conferirem as inquietações das artistas selecionadas nesta edição: Gabriela Branco, Leticia Rodrigues, Lilian Wiziack, Luisa Coser e Maria Basulto, que apresentarão em uma mesma noite suas experimentações corporais. Logo após as apresentações ocorrerá um bate-papo com as artistas, tendo como mediação de João Andreazzi (diretor artístico do Espaço Cênico O LUGAR e da Cia. Corpos Nômades).

A Cia. Corpos Nômades contou com o aporte do 20º Programa Municipal de Fomento à Dança de São Paulo e da parceria com O Boticário na Dança, através do PROAC-ICMS (Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo).

As inscrições para o LUGARIZAÇÃO 2018 estão abertas, os artistas interessados em encaminharem o seu projeto de pesquisa para realizar a residência artística em 2018, podem acessar o site www.ciacorposnomades.art.br, para obterem mais detalhes sobre a inscrição. Inscrições abertas até 27/04/2018.

 Programação

 CRIATURA – Luisa Coser

luisa lurazicao 2017 1

Refletir sobre espaços de fala onde são encenados e proferidos discursos políticos tornou-se um imperativo para o pensamento artístico neste projeto, em tempos autoritários e arbitrários. Pensar o espaço cênico também como um lugar onde se reproduz a espacialidade de centro-periferia – de onde um fala e muitos escutam-  conduziu a artista a uma investigação elementar da relação entre publico X performer.

Ficha Técnica:  Concepção e coreografia: Luisa Coser Colaboração na pesquisa e dramaturgia: Leonardo Carvajal Figurino e cenário: Juliana Pfeifer Luz: Maria Basulto.

 

MODO-CÃO – Lilian Wiziack

Lilian lurazicao 2017

Modo-cão busca a partir da obra Wolf Alice, da artista plástica Gina Litherland,  entrar em contato com o modo cão de ser do corpo. E sem forma nos deitamos e devemos sonhar. E depois a chuva. E depois a chuva…

Ficha Técnica: Criação e concepção: Lilian Wiziack Junto com: Renato Jacques Trilha Sonora: Current 93 Duração: 20 minutos

 

ZovCoBorob CoBaVzba/Um Idioleto  – Maria Basulto

maria lurazicao 2017

O discurso por meio da não-palavra e a melodia própria da fala de um indivíduo. Primeiras ideias para uma dança sonora / para um movimento barulhento/ para um som dançado.

FICHA TÉCNICA: Criação, concepção e dança: Maria Basulto Trilha sonora: Thomaz Souza Figurino: Carolina Canteli Desenho de luz: Maria Basulto Fotos: Everton Ferreira Duração: 25 minutos

 

Confissões sobre um tempo sem tempo  –  Letícia Rodrigues

 LETICIA

É resultado da residência artística “LUGARIZAÇÃO 2017”. Surtiu de questionamentos sobre o tempo em que vivemos, sobre como vivemos o tempo e como tais percepções afetam nosso modo de viver e perceber o que nos circunda. A partir de tais reflexões, propõe-se diferentes relações com o público a partir da desconstrução da relação artista/palco. No corpo, são explorados gestos cotidianos desconectados de sua função diária, questionando sobre o tempo, sobre a rotina, sobre viver versus (r)existir.

Ficha técnica:  Dança: Letícia Rodrigues Música: Gustavo Infante Figurino: Letícia Rodrigues e Marjoly Lino Desenho de luz: Letícia Rodrigues Fotos: Wrzaratini

 

VOLÁTIL – Gabriela Branco


gabriela lurazicao 2017 1

V o a

O u s a d a

L a b u t a

Á l t r u í s t a

T r a c i o n a

I n d i g n a

L u c i d e z

Ficha Técnica: Intérprete criadora: Gabriela Branco Figurino: Júlia Melo Trilha Sonora: Levi Freschi Desenho de luz: Gabriela Branco

 Fotos Post –  João Hidalgo

Serviço: Mostra Lugarização 2017/2018

Sinopse: No dia 22 de março de 2018 (quinta-feira) às 20h, acontecerá uma mostra dos trabalhos das artistas residentes do Lugarização de 2017. Uma boa oportunidade para o público interessado em pesquisa coreográfica, conferirem as inquietações das artistas: Gabriela Branco, Leticia Rodrigues, Lilian Wiziack, Luisa Coser e Maria Basulto, que apresentarão em uma mesma noite suas experimentações corporais. Logo após as apresentações ocorrerá um bate-papo com as artista, tendo como mediação de João Andreazzi (diretor artístico do Espaço Cênico O LUGAR e da Cia. Corpos Nômades).

Data: 22/03/2018 Quinta às 20h.

Local: ESPAÇO CÊNICO O LUGAR – Rua Augusta, 325 – Consolação – São Paulo

Ingressos: R$20,00 e R$ 10,00 (meia)

Reservas e informações – (11) 3237-3224 ou por e-mail: ciacorposnomades@gmail.com .

Estacionamento na Rua Augusta, 101 (R$12,00 por 12 horas).

Faixa etária: 12 anos

Facebook: ciacorposnomades.

www.ciacorposnomades.art.br

e-flyer_lugarizacao copy

Curso de Dança Contemporânea 2018 – Inscrições abertas

Curso de  Dança Contemporânea 2018

(para pessoas com interesse em teatro e dança)
 (iniciante e intermediário)

Espaço Cênico O LUGAR

Sede da Cia. Corpos Nômades (São Paulo). Com João Andreazzi.
Início do curso do segundo Semestre acontecerá no dia 03/04/2018.
Terças das 20h às 22h15.
Rua Augusta, 325 (entre as Ruas: Marquês de Paranaguá e a Caio Prado, enfrente ao Parque Augusta – São Paulo).Número de Vagas: 20. Público alvo: Performer e estudantes de dança e teatro (iniciante e intermediário).
Importante: Confirme sua vaga encaminhando um e-mail para (ciacorposnomades@gmail.com), com o Assunto: Aulas 2018-1º semester/2018, incluindo seu nome e telefone. Em seguida receberá um e-mail, informando o procedimento necessário para a confirmação.
Professor João Andreazzi – das 20h às 22h15.
Andreazzi criou esta aula  a partir de experiências corporais vivenciadas desde os anos 80. A aula, fruto de um trabalho corporal que deu origem a uma linguagem de movimentos, foi elaborada em 1999, quando o coreógrafo retornou da Holanda, após dois anos de estudo na School for New Dance and Development. Esse trabalho que também deu origem à Cia. Corpos Nômades, e que carrega princípios da idéia do nomadismo na dança e no teatro, tem os seguintes preceitos: permitir a fluidez do corpo pelo espaço utilizando o próprio impulso, sem ficar preso em contagens, formas, marcas; deixar o corpo experimentar o espaço externo e interno através do movimento. No escopo do curso há uma ênfase no trabalho de chão (floor work) e na técnica de expansão das articulações partindo da fonte do movimento, respeitando os órgãos e os sistemas do corpo. Por meio desse método, Andreazzi tem propiciado uma sólida formação a muitos artistas em dança e teatro contemporâneos.
Início do curso do segundo Semestre acontecerá no dia 03/04/2018.
Terças das 20h às 22h15.
Rua Augusta, 325 (entre as Ruas: Marquês de Paranaguá e a Caio Prado, enfrente ao Parque Augusta – São Paulo).
Número de Vagas: 20
Público alvo: Intérpretes e estudantes de dança (iniciante e intermediário).
Valor mensal: R$280,00 (sem taxa de matrícula), para 04 aulas no mês. Caso desejar pagar por dois meses adiantado, terá um desconto de 7%. Aula/Experimental ou avulsa: R$80,00.
Este curso, a princípio acontecerá durante os meses de abril , maio  e junho de 2018.
Mais Informações: 05511.3237-3224 ou 992314457 (período das 14h às 20h).
Paisagem #3 Intermite?ncia5-2

João Andreazzi, inicia sua carreira como ator, performer, bailarino e coreógrafo na década de 1980. Em 1990, passa a pesquisar o corpo e a dedicar-se ao ensino da Dança. Coreografa nos anos 1990 os espetáculos “Película da Retina”, “Dark Lady”, “Aventurança”, “Yorick “ e “As Últimas Tentações de Santo Antão”. No período de 1996 a 1998, vive na Holanda, como bolsista do Ministério da Educação na School for New Dance and Development, em Amsterdã, onde cria três coreografias: “Under One’s Very Eyes”, “Password:003” e “Shoot in the Hood” para o Teatro Melkweg, sendo uma delas selecionada para o Nederlands Dans Dag de 1998. Ao regressar da Holanda, em 1999, desenvolve o projeto “Things – m@loc@/F@vel@ – as Coisas”, envolvendo a cultura do Hip-Hop, do samba e dos índios guaranis. Esse contato inicial resulta o projeto “corpos nômades”. Ao término do processo surge a Cia. Corpos Nômades com o espetáculo “OOZE/EZOO” (2000) que, inspirado em poemas de Samuel Beckett, funde a dança contemporânea com elementos de hip-hop e vídeo-arte. A partir de então, seu currículo funde-se ao currículo da Cia. Corpos Nômades, assinando todas as coreografias desde então. Como coreógrafo e bailarino, ganha diversos prêmios (APCA, indicação Mambembe, Flávio Rangel, Bolsa da CAPES, Bolsa Vitae para o American Dance Festival, etc.). Como professor de dança contemporânea (criação, improvisação e técnica) vem ensinando desde 1990, em diversos locais.

Paisagem #3 Intermite?ncia7

 

Paisagem #3 Intermite?ncia9 Fotos: Pérola Mathias

Doc. sobre o trabalho de João Andreazzi e Cia. Corpos Nômades: